Campanha da OMS promove a importância da segurança do paciente

 

É notória a importância de reduzir os erros e os riscos para pacientes no cuidado de saúde. Os números indicam que 134 milhões de eventos adversos no cuidado de saúde ocorrem a cada ano devido a cuidados inseguros em hospitais em países de baixa e média renda, contribuindo para 2,6 milhões de óbitos a cada ano. Estima-se que 1 em cada 10 pacientes internados em países de alta renda sofre algum dano, e que 1 em cada 4 atendimentos na atenção primária e ambulatorial resulta em dano ao paciente – desses, 80% são evitáveis.

O Dia Mundial da Segurança do Paciente, que transcorreu em 17 de setembro, foi estabelecido pelos estados-membros na 72ª Assembleia Mundial de Saúde em maio de 2019. Nesse dia, a Organização Mundial da Saúde lançou uma campanha global para criar consciência sobre a Segurança do Paciente e estimular as pessoas envolvidas a mostrar seu engajamento para tornar o cuidado de saúde mais seguro para os pacientes.

A proposta, segundo os idealizadores, foi mobilizar pacientes, profissionais de saúde, formuladores de políticas de saúde, professores, pesquisadores, redes de profissionais e indústria do cuidado de saúde para que “Falemos todos pela Segurança do Paciente”, como diz o slogan. A campanha buscou ajudar pacientes a estar mais conscientes e engajados em seu próprio cuidado. “Vamos incrementar a consciência entre formuladores de políticas de saúde, líderes no cuidado de saúde, profissionais de saúde e outros stakeholders chave da necessidade de formular políticas, criar uma cultura de trabalho, e prestar cuidados de saúde tendo a Segurança do Paciente como uma prioridade”, diz o material que apresenta a iniciativa.

Fonte: Sociedade Brasileira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente



Deixe uma resposta

Certificações
  • Certificado NBR ISO 9001
  • Joint Comission International Quality Approval
Afiliações
  • Anahp