Hospital Dona Helena faz doação de equipamento respiratório

O Hospital Dona Helena cedeu um ventilador mecânico para o Instituto SENAI de Inovação em Sistemas de Manufatura e Processamento a Laser, com a finalidade de estudo para consertos. Também doou outro em desuso, que foi consertado e direcionado para o Hospital Nossa Senhora Imaculada Conceição, do município de Nova Trento, que até então não tinha nenhum equipamento respiratório para atendimento. O objetivo da iniciativa catarinense “+respiradores” é aumentar o número de aparelhos disponíveis para atender pacientes graves infectados pela Covid-19.

“Um dos nossos equipamentos estava sem uso, devido ao alto custo de manutenção. Quando o SENAI recebeu a demanda, entraram em contato e fizeram o reparo para a doação”, conta Paulo Afonso Benkendorf, gerente de infraestrutura do Dona Helena, que incentiva a participação de outros hospitais no programa.

“Através da empresa SLS Hospitalar, parceira da iniciativa ‘+respiradores’, tivemos um treinamento básico sobre como proceder na manutenção dos ventiladores mecânicos. Montamos a estrutura e fizemos contato para parcerias com outras empresas. Agora, estamos atendendo toda Santa Catarina na manutenção desses equipamentos”, detalha Fabio Fernando Karnopp, especialista técnico do Instituto SENAI e líder de operações na ação “+respiradores”.

A ação engloba toda a logística de buscar os aparelhos nos hospitais, levar até o centro de manutenção montado no SENAI, e proceder o conserto com a mão de obra técnica treinada para esta finalidade. Depois de funcionando, o equipamento retorna para o hospital de origem para ser usado no combate ao novo coronavírus. “O equipamento chega até o SENAI, fazemos toda a avaliação elétrica, eletrônica, pneumática e mecânica e, depois disso, realizamos a manutenção. Se precisar comprar peça, as empresas parceiras fazem a aquisição e doam para a iniciativa”, explica Fabio. A logística de coleta e entrega é feita pela General Motors e conta com apoio da Defesa Civil e do Aeroclube de Santa Catarina, que disponibilizou nove aeronaves.

Nacionalmente, a ação, que hoje conta com 45 pontos de manutenção, estima receber até 3600 equipamentos para conserto. Atualmente, já recebeu 1737 equipamentos – destes, 316 foram entregues, 191 estão em processo de calibração para serem devolvidos, 840 estão em manutenção e 283 em triagem. A iniciativa é uma parceria entre a rede de Institutos SENAI de Inovação, montadoras de automóveis e mais dez grandes empresas nacionais. Entre as empresas a instituições parceiras em Santa Catarina, estão a General Motors, Whirlpool, Nidec Corporation (que engloba a marca da Embraco), SLS Hospitalar e Associação Catarinense de Medicina (ACM).



Deixe uma resposta

Certificações
  • Certificado NBR ISO 9001
  • Joint Comission International Quality Approval
Afiliações
  • Anahp