7 DÚVIDAS SOBRE COMO TRATAR FERIDAS

1. SOMENTE O MÉDICO PODE TRATAR FERIDAS?

Médicos e enfermeiros são habilitados a avaliar e definir condutas para o tratamento de lesões de pele. O Enfermeiro avalia, sugere a conduta, pode realizar desbridamento (retirada de tecido morto), terapia a laser, terapia com pressão negativa (vácuo) entre outras novas tecnologias, desde que seja capacitado com cursos. Há ainda uma especialização da enfermagem, voltada para a prevenção e tratamento de lesões, a Estomaterapia, que também é habilitada a cuidar de ostomias e incontinência.

 

2. UMA FERIDA ANTIGA, DE 20 ANOS, NÃO TEM MAIS SOLUÇÃO?

Todas as lesões têm solução, talvez ela não tenha sido cuidada adequadamente. Hoje com as novas tecnologias, existem curativos e procedimentos que tornam possível curar uma lesão crônica. Geralmente não é um processo rápido e precisa do envolvimento do paciente e da família pois requer tempo e dedicação, além da vontade da pessoa em se curar.

 

3. PARA O CURATIVO FUNCIONAR, TENHO QUE TROCAR TODOS OS DIAS, LAVANDO BEM A FERIDA NO BANHO?

Atualmente os curativos só são trocados diariamente se tiverem muita secreção, a ponto de deixa-lo todo molhado. As tecnologias atuais permitem manter o material do curativo por vários dias, somente trocando a cobertura (gaze e micropore). Claro que cada paciente é analisado individualmente, mas procuramos realizar as trocas somente quando é necessário, pois a manutenção do curativo por um tempo maior é benéfica à lesão, por manter um microclima (temperatura e umidade na lesão) adequados à reprodução das células.

 

4. O MELHOR TRATAMENTO PARA UMA FERIDA É DEIXÁ-LA ABERTA, SEM CURATIVO PARA SECAR?

O melhor tratamento para uma ferida é oferecer para ela condições ideais para as células se multiplicarem e assim fechar a lesão. E isso só acontece quando as células estão em um ambiente adequado com temperatura e umidade consideradas ideais. Somente conseguimos controlar este microclima quando fechamos a lesão com um curativo, independente do princípio ativo utilizado. Fechar a lesão mantém o local úmido e deixa a temperatura igual a temperatura corporal. Lesões sem curativo, vão ressecar ao ar e sempre estar mais frias do que o resto do corpo, sob a influência do clima externo.

 

5. ÓLEO DE GIRASSOL, BABOSA, VINAGRE. REMÉDIOS CASEIROS PODEM ME AJUDAR A TRATAR MINHA FERIDA?

Muitas das condutas e materiais utilizados em curativos hoje são desenvolvidos com princípios ativos que fazem parte de plantas e outros compostos químicos e se tem bons resultados. Mas, precisamos lembrar que são materiais tratados e processados, industrializados, somente com os ativos necessários e sem riscos ao paciente. Devemos sempre usar este  tipo de material, com registro na ANVISA e próprio para tratar feridas. Por exemplo, o óleo de girassol serve para cozinhar pois tem outros compostos dentro dele; o óleo que pode ser utilizado na pele íntegra (sem feridas) é um óleo a base de ácidos graxos essenciais, provenientes do girassol e comprados em farmácias.

 

6. SE EU TENHO UMA PESSOA ACAMADA EM CASA, COMO POSSO EVITAR QUE ELA DESENVOLVA UMA FERIDA?

Neste caso, falamos de lesão por pressão, que ocorre por uma dificuldade de oxigenação no local onde a cama do paciente exerce pressão em alguns pontos do corpo, geralmente com proeminências ósseas. Para prevenir estas lesões, medidas simples podem ser tomadas: manter a pele hidratada com creme hidratante (não óleo), mudar a posição do paciente a cada duas horas (deitado de costas, deitado sobre o lado direito, deitado sobre o lado esquerdo e recomeça novamente), fazer descompressão dos locais com travesseiros e almofadas (na região sacra, calcâneos, cotovelos, cabeça, costas).

 

7. POSSO COLOCAR PASTA DE DENTE NAS QUEIMADURAS?

A pasta de dente pode trazer uma falsa sensação de alívio no local da queimadura, mas na verdade vai ressecar e aderir na pele, selando o local e causando dificuldades para sua retirada. Isso frequentemente vai causar dor no local e rompimento da pele, podendo favorecer a ocorrência de infecções na lesão e prolongamento do tratamento. O ideal após queimar é colocar a parte do corpo atingida dentro da água fria para que a pele e suas camadas internas se resfriem. Vai melhorar a dor e diminuir o risco de inchaço e formação de bolhas no local. Aqui estamos falando de pequenas queimaduras domésticas, como um respingo de óleo quente, contato com água fervente, tudo em pequenas áreas.  Algo além disso, sempre procure um atendimento de emergência o quanto antes.

 

Nadia Cristina Brach

Coren/SC 202582

Estomaterapeuta

Coren/SC 034.953

 

 



Deixe uma resposta

Certificações
  • Certificado NBR ISO 9001
  • Joint Comission International Quality Approval
Afiliações
  • Anahp
image chatbot

Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar sua experiência de navegação e oferecer conteúdo personalizado. Para saber mais, acesse nossa Política de Privacidade.