Notícias

1ª JEDI, Jornada de Empreendedorismo, Desenvolvimento e Inovação de Joinville vai falar de saúde

7 de fevereiro de 2019

Durante dois fins de semana – 23 e 24 de fevereiro e 9 e 10 de março – Joinville vai discutir empreendedorismo, desenvolvimento e inovação voltados aos serviços de saúde públicos e privados. “A presença em eventos de inovação, como esta 1ª JEDI, é fundamental para refletir uma forma diferente de buscar resultados. Estar abertos a pensar fora da caixa e desenvolver parceiros inovadores proporciona uma simbiose perfeita de realização”, avalia Wagner Valente, gerente de Tecnologia da Informação do Hospital Dona Helena, que é um dos patrocinadores do evento. Junto com o gestor médico Danilo Abreu, Wagner é um dos mentores, nas atividades programadas para esta primeira JEDI.

Ele explica que a instituição sempre esteve atenta ao mercado, em busca de parceiros e tem participado de projetos importantes de empresas que são referência no segmento da saúde – projetos que já fazem parte das rotinas do hospital, como o Tasy e o Pacs da Pixeon, por exemplo. “Penso ser muito importante compartilhar as dificuldades do dia a dia das instituições e, assim, buscar soluções mais rápidas e assertivas em nossos processos e, consequentemente, gerar uma experiência melhor ao cliente”, diz.

O tema da primeira jornada é Life Science (Ciência da Vida). O desafio é que os participantes proponham soluções para problemas da área da saúde, envolvendo setores como atendimento de urgência, hospitais, planos de saúde e postos de atenção básica.

Para Wagner, o modelo atual de saúde passa por um momento de reflexão, em que a busca por mais eficiência e resultados deve caminhar junto com o tratamento, em si. “Entendo que necessitaremos cada vez mais da tecnologia para escalar essa demanda e, assim, atender a todos os nichos de nossa cadeia”, avalia, ponderando que os fundos de investimentos estão ávidos por esse mercado e quem sair na frente terá maiores possibilidades de desfrutar de um crescimento muito acima das expectativas. “Estamos, neste momento, atualizando as plataformas existentes para que possamos estar preparados para construir juntos a chamada saúde 4.0”, conclui.

No intervalo entre os dois finais de semana da Jedi, que tem o objetivo de oferecer aos empreendedores a oportunidade de desenvolver novos negócios com apoio do poder público, patrocinadores e mentores, os empreendedores colocarão suas propostas em prática, na chamada “etapa mãos à obra”, sempre assessorados por mentores. “Serão 16 dias de intenso trabalho”, garante Fabiano Dell’Agnolo, da Secretaria de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável de Joinville.

A proposta do evento é de que a banca de avaliadores aprove os projetos que tiverem maior potencial de gerar negócios, e não apenas aponte um ganhador. As ideias aprovadas receberão mentoria para o seu desenvolvimento e aporte financeiro. A Jedi está alinhada ao propósito do Projeto Joinville 30 Anos. Empresas que se comprometerem com o conceito levarão o selo #Jlle30.

Empreendedores interessados devem se inscrever pelo site www.jedi.joinvvalle.com.br. Estão abertas 64 vagas. Os participantes passarão por um processo seletivo, baseado na análise de perfil, a partir do formulário inicial. Após selecionados, serão encaminhados para um link de inscrição, com taxa de R$ 95.

Certificações
  • Certificado NBR ISO 9001
  • Joint Comission International Quality Approval
Afiliações
  • Anahp