image chatbot

Endogastro

Com a tradição e a confiabilidade do Hospital Dona Helena, o Serviço de Endoscopia, Gastroenterologia e Hepatologia é referência no diagnóstico e no tratamento de doenças digestivas, contemplando todos os exames e procedimentos da área.

Procedimentos

Realizados em salas cirúrgicas adequadas às normas da Anvisa, os procedimentos de Endoscopia Diagnóstica realizados atualmente são:

  • Endoscopia digestiva alta
  • Colonoscopia
  • Retossigmoidoscopia Flexível
  • Colangiopancreatografia Retrógrada Endoscópica
  • Manometria Esofágica
  • Ph-metria Esofágica

Características e diferenciais:

  • Profissionais experientes e especializados na área,
  • Atendimento 24 horas para pacientes de emergência e internados,
  • Acessórios e aparelhos seguros e esterilizados,
  • Segurança e privacidade em todos os procedimentos,
  • Estrutura adequada às normas da Anvisa.

Diretor Técnico 

Dr. Paulo Marcelo Nascimento da Silva Mafra

CRM-SC 6205

Atendimento

Serviço de Endoscopia Digestiva

Segunda a sexta-feira
Horário: 8h às 18h
E-mail: sedit@donahelena.com.br
Telefone: (47) 3451-3386
Endereço: Rua Blumenau, 123 – 9º Andar do Centro Clínico

 

Serviço de Gastroenterologia

Segunda a sexta-feira
Horário: 8h às 12h – 14h às 18h
Telefone: (47) 3461-8374
Endereço: Rua Blumenau, 123 – 9º Andar do Centro Clínico

AGENDE SEU HORÁRIO

Exames

Colangiopancreatografia Retrógrada Endoscópica (CPRE)

Indicado para diagnosticar doenças das vias ou canais biliares intra e extra-hepáticos e o canal pancreático principal. É utilizado para tratar cálculos, obstruções das vias biliares e outros possíveis problemas do sistema digestivo.

Preparo:

  • A marcação do exame deve ser feita pessoalmente;
  • Trazer exame de sangue TAP (tempo de protrombina) recente;
  • Jejum de 08 horas antes do exame;
  • Exame realizado no Centro Cirúrgico (Hemodinâmica).

Colonoscopia

Exame endoscópico destinado ao diagnóstico de doenças do reto, cólon (intestino grosso) e do íleo terminal (intestino delgado). Permite a realização de biópsias e a remoção de pólipos (polipectomia).

Orientações:

  • Realização de preparo individualizado com dieta nos dias que antecedem o exame e medicações laxativas;
  • É fundamental completar o preparo, pois o exame não pode ser realizado se o cólon estiver com fezes, prejudicando a qualidade do exame;
  • A marcação do exame deve ser feita pessoalmente.

 

Preparo: 

Nos 3 dias que antecedem o exame:

  • Não comer carne vermelha (liberado: ovos, peixe e frango);
  • Não comer produtos com grãos, sementes e cascas (feijão, pães integrais, laranja, melancia, tomate etc.);
  • Beber muito líquido (evitar líquidos de cores vermelha e roxa).

 

Véspera do exame:

  • Durante todo o dia não comer frutas, verduras e carne. Tomar líquidos em abundância (água, chá, gelatina, isotônico e água de coco);
  • Café da manhã: torrada ou bolacha salgada com margarina, manteiga ou mel;
  • Almoço: purê de batatas ou caldo de sopa (sopa coada);
  • Sobremesa: gelatina à vontade (evitar cores vermelha e roxa);
  • Jantar: caldo de sopa (sopa coada, sem verduras etc.);
  • Para exames feitos no turno da manhã: tomar 2 comprimidos de Dulcolax às 16h e mais 2 comprimidos às 19h;
  • Para exames feitos no turno da tarde: tomar 2 comprimidos de Dulcolax às 19h e mais 2 comprimidos às 21h;
  • Tomar, 6 horas antes do exame, uma mistura de 500 ml de manitol com 500 ml de limonada coada sem açúcar. Beber 01 copo (200 ml) a cada 15 minutos até terminar toda a mistura. O efeito laxativo começa em cerca de 1 a 2 horas após o início da ingestão e se manifesta por evacuações frequentes. O preparo será considerado satisfatório quando as evacuações estiverem líquidas e de coloração amarela – clara, sem ou com o mínimo de resíduos;
  • Ficar em jejum absoluto por 8 horas antes do exame;
  • O preparo poderá alterar conforme o funcionamento do seu intestino.

Endoscopia Digestiva Alta

Exame endoscópico destinado ao diagnóstico de doenças do esôfago, estômago e duodeno. O procedimento é utilizado para constatar possíveis anormalidades e oferecer um diagnóstico mais preciso aos médicos e pacientes.

Preparo:

  • Jejum absoluto de 08 horas antes do exame;
  • Não tomar remédio para estômago (Omeprazol, Pantoprazol, entre outros) nos 07 dias anteriores ao exame.

 

Manometria do Esôfago

Indicado para diagnóstico de doenças motoras do esôfago.

Preparo:

  • Jejum de 08 horas antes do exame;
  • Não tomar remédios para estômago nos 03 dias anteriores ao exame;
  • Exame sem sedação/anestesia.

 

Ph-Metria de Esôfago de 24 horas

Indicado para diagnosticar doenças do refluxo gastroesofágico.

Preparo:

  • Jejum de 08 horas antes do exame;
  • Não tomar remédios para estômago nos 07 dias anteriores ao exame;
  • Exame sem sedação/anestesia.

Retossigmoidoscopia Flexível

Exame endoscópico destinado ao diagnóstico de doenças do reto e sigmoide (parte final do intestino).

Preparo:

  • Jejum de 08 horas antes do exame;
  • 30 minutos antes do procedimento será realizada, no setor, a aplicação de 02 Fleet Enema (Phosphoenema 130 ml).

Biópsias

A biópsia consiste na retirada de fragmentos de tecido para estudo patológico e bacteriano, sendo feita sempre que solicitada pelo médico assistente ou indicada pelo endoscopista. Após estudo pelo médico patologista, permite o reconhecimento do tipo de lesão (inflamação, tumor).

Biópsias Hepáticas

Como parte da investigação diagnóstica, o serviço realiza biópsias do fígado, sob orientação ultrassonográfica.

Colocação de Próteses

Nos casos indicados, com o objetivo de melhorar a drenagem dos diversos segmentos do aparelho digestório, utilizamos próteses plásticas e metálicas, autoexpansíveis ou não.

Dilatação Endoscópica

Como o nome indica, o procedimento tem como objetivo dilatar segmentos do tubo digestivo que tenham um tamanho reduzido (denominadas estenoses). Essa diminuição do calibre habitual pode resultar de alterações do desenvolvimento do indivíduo (causas congênitas), de doenças naturais (neoplásicas e não neoplásicas) ou devido a intervenções médicas (causas iatrogênicas).

  • Dilatação do esôfago,
  • Dilatação do cólon,
  • Dilatação do cárdia.

Gastrostomia Endoscópica

Para pacientes que têm dificuldade para ingerir alimentos, o procedimento realiza a colocação de um tubo de alimentação diretamente para o estômago. Esse método costuma ser empregado no tratamento de distúrbios de deglutição, acidente vascular cerebral, neoplasias de cabeça e pescoço, entre outras alterações no trato gastrointestinal.

Ligadura Elástica de Varizes do Esôfago

A opção mais indicada para o tratamento das varizes do esôfago, realizando também a prevenção da ruptura de vasos, o que evita quadros de hemorragia digestiva e sangramentos causados por uma ruptura.

Tratamento Endoscópico de Varizes do Estômago

Procedimento com a finalidade de tratar as varizes gástricas por via endoscópica. Quando se rompem, esses vasos calibrosos provocam sangramento digestivo de grande volume; por isso a necessidade de tratamento.

Passagem de Sondas de Alimentação por Endoscopia

Nos casos onde há dificuldade para passagem de sonda, podemos realizar o procedimento por via endoscópica.

Ressecções Endoscópicas

Retirada de pólipos, lesões subepiteliais, tumores etc.

Dúvidas: entrar em contato pelo telefone (47) 3451-3386 ou e-mail sedit@donahelena.com.br.

Informações
Adicionais

  • Trazer o pedido médico (autorizado, se necessário), carteira do convênio, CPF e documento com foto (Carteira de Identidade, Carteira de Habilitação ou Carteira de Trabalho);
  • É obrigatória a presença de um acompanhante para alta (maior de idade);
  • Pacientes menores de 18 anos deverão estar acompanhados de representante legal;
  • O paciente não poderá dirigir nem operar máquinas durante um período de 12 horas após o exame;
  • Não trazer objetos pessoais (brincos, anéis, relógios etc.);
  • Se você já realizou o exame em outra clínica ou hospital, traga o laudo, se possível;
  • Em caso de Biópsia ou Pólipos, o resultado será entregue em 07 dias úteis;
  • As medicações (hipertensão, diabetes, anticoagulantes, entre outros) precisam ser informadas no momento da marcação do exame;
  • Alguns pacientes terão de realizar avaliação pré-anestésica.

Balão
Intragástrico

Indicada como procedimento preparatório para cirurgias de redução de estômago e para a reeducação alimentar de pacientes com obesidade moderada, a técnica de colocação do balão inflável aumenta a sensação de saciedade dos pacientes, diminuindo o apetite e a ingestão de alimentos. Trata-se de um procedimento simples, e sua retirada é feita entre quatro e seis meses.

Equipe
Médica

Emely Kaori Iida

Gastroenterologia CRM/SC 18887 RQE: 16186
  • Graduação em Medicina pela Universidade do Sul de Santa Catarina, em 2012;
  • Residência Médica com especialização em Clínica Médica no Hospital Nossa Senhora da Conceição, com término em 2016;
  • Residência Médica com especialização em Gastroenterologia no Hospital Regional Hans Dieter Schmidt, com término em 2018.

Heloisa Zanella Adamante Madruga

Gastroenterologia CRM/SC 22830 RQE: 18742
  • Graduação em Medicina pela Universidade Positivo, em 2015;
  • Residência Médica com especialização em Clínica Médica no Hospital Municipal São José de Joinville, com término em 2018;
  • Residência Médica com especialização em Gastroenterologia no Hospital Regional Hans Dieter Schmidt, com término em 2020.

Marcos Colin Junior

Endoscopia CRM/SC 12436 RQE: 11977
  • Graduação em Medicina pela Universidade da Região de Joinville, em 2005;
  • Residência Médica com especialização em Cirurgia Geral no Hospital Beneficência Portuguesa, com término em 2009;
  • Residência Médica com especialização em Endoscopia Digestiva no Hospital Beneficência Portuguesa, com término em 2011.

Paulo Marcelo Nascimento da Silva Mafra

Gastroenterologia e Endoscopia CRM/SC 6205 RQE: 1548 e 1533
  • Graduação em Medicina pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, em 1986;
  • Residência Médica com especialização em Gastroenterologia no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, com término em 1990;
  • Titulo de especialista em Endoscopia Digestiva pela Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva e Associação Médica Brasileira, em 1992.

Ralph Braga Duarte

Endoscopia CRM/SC 15892 RQE: 17563
  • Graduação em Medicina pela Universidade Federal de Santa Catarina, em 2009;
  • Residência Médica com especialização em Clínica Médica no Hospital Municipal São José de Joinville, com término em 2013;
  • Residência Médica com especialização em Gastroenterologia na Faculdade de Medicina da USP, com término em 2016;
  • Residência Médica com especialização em Endoscopia na Faculdade de Medicina da USP, com término em 2018.
Diretor Técnico: Dr. Bráulio Cesar da Rocha Barbosa - CRM 3379