image chatbot

Blog
Dona Helena

Blog da jornalista Estela Benetti, da NSC, destaca projetos do HDH

Com o avanço das vacinas contra Covid-19 no final do ano passado, hospitais começaram a planejar 2022 quase sem a pandemia, por isso programaram investimentos em outras áreas. Mas com a chegada da variante ômicron, adaptaram estruturas para mais atendimentos mantendo os novos projetos. Entre os que têm essa estratégia estão os hospitais Dona Helena, de Joinville, que poderá investir até R$ 10 milhões este ano, e o da Unimed da Grande Florianópolis, que reativou UTI Covid, mas também está ampliando a oferta de diversos serviços, inclusive de alta complexidade, porque ganhou 14% mais clientes nos últimos dois anos.

Maior hospital privado de Joinville, com 150 leitos ativos e mais 50 em fase de abertura, o Dona Helena também recebeu mais pacientes com Covid neste início de ano. Para atender esse novo fluxo, manteve atendimento ambulatorial diferenciado para pacientes respiratórios, informa o diretor-geral da instituição, José Tadeu Chechi. Mas como são raras as internações em função da Covid, a instituição não tem mais UTI específica. Se precisa, usa leito isolado na UTI geral.

O Dona Helena está com cinco novos projetos para este ano. Em março, vai inaugurar escritório de inovação para a área de saúde no Ágora Tech Park, em Joinville. O objetivo é desenvolver tecnologias e fazer parcerias com startups visando soluções para áreas de saúde, como diagnósticos, atendimento a pacientes, protocolos e outras inovações.

Segundo Tadeu Chechi, outro projeto do hospital para este ano, que poderá receber investimento de até R$ 4 milhões, é a instalação de duas clínicas para atendimento de baixa complexidade, uma na zona Norte da cidade e outra na zona Sul.

– O objetivo é facilitar a vida dos pacientes com maior agilidade nos atendimentos mais perto de onde residem. A estrutura hospitalar na Rua Blumenau é para alta complexidade – afirma Tadeu Chechi.

Além disso, o hospital vai implantar este ano serviços de transplante de medula óssea e outras soluções para tratamento de câncer. Também está com projeto avançado para instalação de unidade de atendimento a pacientes psiquiátricos, com 20 leitos para internação.

Diretor Técnico: Dr. Bráulio Cesar da Rocha Barbosa - CRM 3379